FORÇA DO BEM

Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site...

Erupções Vulcanicas Recentes

Erupções Vulcanicas Recentes

O vulcão Etna entrou em erupção na ilha italiana da Sicília na noite de quarta-feira, ocasionando um rio de lava por uma de suas encostas, onde autoridades locais anunciaram estado de alerta.

Segundo informou o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália (INGV), a atividade do vulcão se intensificou na noite desta quarta-feira, pouco depois das 22h48 da hora local (19h48 horário de Brasília).

O jornal "Corriere della Sera" informou que o espetáculo de lava foi visível nas cidades de Catânia e Taormina, e informou que a atividade do vulcão perdeu intensidade no começo da manhã desta quinta-feira e que, por enquanto, cessaram as explosões de lava.

A diminuição da atividade vulcânica permitiu a reabertura desta manhã do aeroporto de Catânia, a segunda cidade mais importante da Sicília, que foi fechado por precaução na tarde de quarta-feira perante a possibilidade que o Etna pudesse lançar cinzas.

Segundo os cientistas do INGV, os sinais registrados nos últimos dias lembram às fases preliminares das violentas eruções de 2006 e 2007 e não se descarta que a lava volte a correr pela encosta nas próximas horas.

A última grande erupção do vulcão de 45 quilômetros de diâmetro localizado no leste da Sicília, que esteve acompanhada de mais de duzentos pequenos terremotos, foi em maio de 2008.

O Etna tem 3.322 metros de altura e é a montanha mais alta da Itália ao sul da cordilheira dos Alpes.

As autoridades da Indonésia elevaram neste sábado para 283 o número de mortos pelas erupções do vulcão Merapi, que também deixaram 270 mil pessoas desabrigadas, informaram fontes oficiais.

O Centro Nacional de Gestão de Desastres assinalou que nos últimos dois dias foram encontrados outros corpos, aos quais se somaram vítimas que estavam hospitalizadas.

A atualização do número de mortos ocorre um dia após o governo indonésio ter reduzido o perímetro de segurança ao redor da cratera devido à menor atividade do vulcão. Por isso, cerca de 30 mil pessoas puderam retornar a seus lares.

Desde sua primeira erupção, em 26 de outubro, o Merapi, cujo nome significa "montanha de fogo", em javanês, queimou milhares de hectares de plantação e cobriu diversos povoados com uma grossa camada de cinzas.

Uma nuvem de fumo a uma altura de 8 quilómetros eleva-se no céu da Islândia, 48 horas após o fim de uma outra erupção que durou mais de um mês.

Os abalos sísmicos e o fumo dão conta de uma actividade vulcânica importante na ilha, o que muito inquieta as autoridades locais.

Várias centenas de pessoas foram obrigadas a abandonar uma localidade do sul do país depois de, nas últimas horas, se terem registado vários pequenos sismos e emissões de gás importantes naquela zona.

Os caminhos adjacentes foram cortados ao trânsito e helicópteros de reconhecimento sobrevoam o local a cerca de 120 quilometros a Leste da capital.

A chefe do governo islandês apela à calma e pede confiança nas autoridades que trabalham para resolver os problemas e securizar a situação.

A Cruz Vermelha Internacional recebeu já 800 pessoas em centros criados para o efeito.
Nesta primeira fase trata-se apenas de medidas de precaução.

A Islândia, ilha formada pela actividade vulcânica, conta com numerosos vulcões subterrâneos activos, sendo o mais conhecido o Hekla, que entrou em erupção pela última vez há 10 anos